DESCONTO PROGRESSIVO | TODO SITE EM ATÉ 3X SEM JUROS

O que é vinho suave?

O vinho suave é um dos que mais gera polêmicas no mundo da bebida. Há quem adore e há quem odeie. Mas também existe muita falta de informação e preconceito contra ele. Antes de mais nada, é preciso entender o que é o vinho suave. Tecnicamente, o termo suave é sinônimo de doce, segundo a classificação do vinho quanto à quantidade de açúcar residual. Cada país produtor tem suas próprias regras. Aqui no Brasil, o vinho suave (ou doce) é aquele que contém a partir de 25 gramas de açúcar por litro

Logo, o vinho suave é sempre um vinho doce. Por isso, muitos enófilos apreciadores de vinho seco o consideram uma bebida de qualidade inferior, o que é uma falácia daquelas. A verdade é que o termo suave acabou se popularizando em exemplares realmente duvidosos, mas isso é apenas um mal-entendido. Existem inúmeros vinhos suaves entre os mais nobres e caros vinhos do mundo, como o francês Sauternes, o húngaro Tokaji Aszú e o alemão Trockenbeerenauslese, todos doces e excepcionais. 

O que garante a qualidade da bebida não é quantidade de açúcar que ela tem. Inclusive, muitos vinhos doces não trazer um paladar enjoativo, por causa da acidez acentuada que equilibra o dulçor. O resultado final do vinho tem relação com muitos fatores, desde o plantio das videiras, passando pelo cultivo, colheita, clima, solo, técnicas de vinificação, escolhas do enólogo e por aí vai. 

E como o vinho suave é feito? Geralmente, a fermentação é interrompida antes que as leveduras consumam todo o açúcar do mosto, o suco proveniente das uvas esmagadas. Sendo assim, o líquido fica com uma maior quantidade de açúcar residual. Ao contrário do que muita gente pensa, o vinho suave não recebe acréscimo de açúcar. O que é permitido pela legislação é o acréscimo de suco de uva concentrado ou até mesmo uma mistura de álcool e glicose. Algumas uvas são naturalmente doces e, por isso, muito usadas na elaboração do vinho suave, como as da família Moscato, por exemplo. O método late harvest, colheita tardia, também é bastante utilizado. Nele, as uvas ficam nas videiras por um tempo após amadurecerem. Elas se desidratam e concentram os açúcares. Só então são colhidas e vinificadas. 

Uma das melhores formas de consumir um vinho suave é servi-lo como aperitivo ou digestivo, abrindo ou encerrando as refeições, sempre bem gelado. A impressão equivocada dessa bebida vem muito do consumo errado e da temperatura errada de serviço. Para harmonizar, opte por pratos que também tenham dulçor notório, como as sobremesas. Quem aprende a apreciar um vinho suave logo nota o quanto ele eleva a experiência e desperta nossos sentidos. Vale a pena provar e comprovar!  

Postagem anterior
Postagem seguinte

Deixe um comentário

Seleção Cavista

Fechar (esc)

Entregas em até 100min suspensas

Devido ao recesso de Carnaval, nossas entregas em até 100 minutos estão suspensas e retornam dia 02/03/2022. Todos os outros métodos de entrega continuam funcionando normalmente.

Confirme sua idade

Você é maior de 18 anos?

Buscar

Carrinho

Seu carrinho está vazio no momento.
Comece a comprar